Edição
Edição
Sulminas146

Sul de Minas

Após falta de ar, empresário mineiro muda rotina e elimina 44 quilos

Com a ajuda de amigos e esposa, empresário de Passa-Quatro, no Sul de Minas, muda os hábitos e vira corredor.

A falta de ar em uma situação cotidiana do empresário Thiago Lamim Leite foi o gatilho para perceber que as coisas não iam bem. Ao subir na balança depois de meses sem se pesar, veio o golpe: 122 quilos. Aos 33 anos, em 2016, o mineiro de Passa-Quatro, no Sul de Minas, percebeu naquele momento que precisaria mudar sua rotina de vida, para reverter o quadro e não vir a ter algo mais crítico de saúde. Um ano depois, o resultado, eliminou 44 quilos, sem uso de remédios ou procedimentos cirúrgicos.

“Tudo começou devido a uma pequena falta de ar para completar uma música que eu estava cantando em uma missa. Saindo de lá, voltei para casa refletindo que eu poderia estar com algo errado. No outro dia, resolvi me pesar. Quando subi na balança e vi o meu peso, acusei o golpe. Lá estava eu com 122,400 quilos. Hoje peso 78 quilos. Fui almoçar muito pensativo. Não falei nada para ninguém, nem para minha esposa”, conta.

Foto: arquivo pessoal
Empresário mineiro muda hábitos e elimina 44 quilos
Empresário mineiro muda hábitos e elimina 44 quilos

O processo de mudança do empresário, que é casado com Daniela Cristina Pereira Leite e pai de 3 filhos, evoluiu de maneira rápida e com o apoio de algumas pessoas. Começou com caminhada e mudança nos hábitos alimentares.

“Pedi ajuda para Lívia Guida, minha comadre, pois ela havia ajudado minha esposa alguns meses atrás e me deu várias dicas sobre alimentação. Ela foi uma das peças mais importantes nesse processo. Eu aproveitei que meus filhos estavam de férias e comecei a caminhar todo dia antes das 6 horas da manhã. Caminhava uma hora por dia. Durante quatro meses apenas caminhei e minha perca de peso foi muito considerável diante da minha disciplina.”

Foto: arquivo pessoal
Empresário mineiro muda hábitos e elimina 44 quilos
Empresário mineiro muda hábitos e elimina 44 quilos

Logo veio o convite de um grande amigo para começar a correr, o que virou paixão e hoje faz parte da sua rotina de vida. Já superado os primeiros meses mais críticos, não sentiu dificuldades de mudar da caminhada para a corrida.

“Em um belo dia, o meu irmão, amigo, companheiro, compadre, confidente, Renee Diamantino, me convidou para correr. Eu fui e corro quase que diariamente. Hoje, por incrível que pareça como te tudo, mas tenho uma perca grande devido minha rotina de treino. Não me considero um super-herói, apenas um vencedor. Qualquer um consegue, basta acreditar em si e seguir. Não fiz uso de nenhum medicamento e não passei por nenhum especialista, nada contra, mas eu optei por seguir um propósito de reeducação alimentar, conciliando com a prática de atividade física”, revela.

Foto: arquivo pessoal
Thiago Lamin Leite antes de eliminar os 44 quilos
Thiago Lamin Leite antes de eliminar 44 quilos

Questionado do que foi mais difícil nessa jornada em busca de recuperar uma vida saudável, o mineiro de Passa-Quatro falou de domínio dos desejos, apoio na fé e de algumas pessoas.

“Nunca imaginei subir em uma balança é estar pesando 122,400kgs. Foi o impacto da balança que me fez querer mudar. Escondi o peso de minha esposa por uma semana. Não tomei nenhum medicamento e não fiz nenhuma cirurgia. O ser humano pode, basta ele acreditar em si próprio. Tem que ter autodomínio, mais foi tranquilo porque não acreditava e nem acredito que Deus permita algo dominar aquilo que Ele criou. Ou seja, uma comida não pode dominar uma vida, um desejo não pode dominar uma pessoa”.

Daniela, esposa e companheira, a quem o atleta amador credita ter sido fundamental para conseguir eliminar os 44 quilos, o acompanhará em um dos seus maiores desafios nesses dois anos de vida nova.

“Esse ano quero ir até a Basílica em Aparecida do Norte (Catedral Basílica Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida). Minha esposa vai fazer o apoio mas não irei parar não. Somente para hidratar e alimentar. São 82 quilômetros. Pretendo fazer a corrida em novembro.”

Se recuperando de uma lesão, Thiago se concentra numa rotina de treino forte e está voltando a correr aos poucos.
“Eu tenho como propósito disputar mais provas, com distância acima de 30 quilômetros, pois gosto mais de resistência do que velocidade. Mas como me lesionei em uma corrida aqui em fevereiro, isso atrapalhou um pouco minha frequência em provas. Mas estou na reta final para voltar a competir. ”

Rotina de treinos

Em uma academia de Passa-Quatro, acompanhado do professor Adriano, a quem o corredor considera “que ajudou e ajuda muito”, com muita disciplina segue sua preparação.Veja:

Segunda: fortalecimento muscular, aproximadamente 1h10;

Terça: corrida de 10 quilômetros;

Quarta: fortalecimento membros superiores utilizados na corrida e abdômen, aproximadamente 50 minutos;

Quinta: repete a série de segunda;

Sexta: repete a série de quarta;

Sábado: corrida acima de 30 quilômetros

Domingo: descanso

Alimentação

Muito lanche, doces, chocolates, refrigerantes. Essa era a alimentação antes de junho de 2016. No início da virada, o atleta amador cortou o carboidrato simples e passou a consumir somente integral. Rasgou do cardápio qualquer tipo de doces, frituras e refrigerantes.

Hoje, com mais controle, consume de tudo, sem exceção, mas procura ter um equilíbrio, principalmente na semana que antecede alguma prova. “Mas depois da prova é só alegria”, se diverte.

“Nas segundas e terças-feiras eu procuro fazer uma “faxina” das possíveis bagunças que fiz no final de semana, assim eu consigo agregar domínio sobre minhas vontades, equilíbrio e bem-estar”, finaliza.

Siga o Sulminas146 no Facebook e no Twitter

Seja o primeiro a comentar