Edição
Edição
Sulminas146

Imagens

Campo Belo fica sem prefeito após cassação de mandatos

Prefeito Marco Túlio Miguel, do PSDB, deixará o cargo em Campo Belo (reprodução EPTV)

Prefeito Marco Túlio Miguel, do PSDB, deixará o cargo em Campo Belo (reprodução EPTV)

A cidade de Campo Belo (MG) passou a noite desta quarta-feira (27) sem prefeito. Marco Túlio Miguel (PSDB) e o vice-prefeito Richard Miranda (PSDB) estão oficialmente afastados de seus cargos segundo determinação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). A situação é inédita na região. Até que o segundo colocado nas eleições de 2012 seja empossado, a primeira secretária da Câmara Municipal, Rosângela de Souza Oliveira (PSDB) deverá assumir temporariamente o comando da prefeitura apenas nesta quinta-feira (28).

Marco Túlio Miguel e o vice são acusados de usarem o serviço de saúde do município para comprar o voto do eleitor. Junto com eles, os vereadores Valdelino Ananias de Castro (PSB), Silvano Camilo (PSB), Walter Moreira (DEM), Maria Salime Lasmar (PSDB), Christian Giuliane Alves Silveira (PSDB), Paulo José Ferreira (DEM) e Hélio Donizete Mendes (PSB) também foram afastados por decisão do TRE sob a mesma acusação.

Os políticos cassados informaram que já recorreram da decisão. Agora o TRE organiza a cerimônia de diplomação e posse de Antônio Carlos Alvarenga (PPS), que ficou em segundo lugar na última eleição por uma diferença de 5% nos votos.

Cassação
O afastamento dos envolvidos foi determinado na tarde de terça-feira (26) pelo juiz Antônio Godinho, de Campo Belo. Segundo o juiz, os políticos são acusados de irregularidades que teriam sido cometidas nas eleições de 2012, como abuso de poder político, de autoridade e econômico, conduta vedada a agente público, uso promocional de serviço de caráter social e captação ilícita de votos. Os acusados entraram com recurso contra a decisão, mas o TRE confirmou a cassação no dia 14 de agosto.

Em julho
O prefeito Marco Túlio Miguel (PSDB), o vice-prefeito, Richard Miranda, e os sete vereadores afastados de seus cargos nesta quarta-feira (27), já haviam sido cassados por unanimidade no dia 22 de julho pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG). Na ocasião, o TRE também determinou a diplomação e posse do segundo colocado ao cargo de prefeito, Antônio Carlos Alvarenga (PPS).

Do G1

1 comentário

  1. Prefeito e vice cassados devem retornar à prefeitura em Campo Belo - Portal O Sul de Minas

    […] Campo Belo fica sem prefeito após cassação de mandatos […]