Edição
Edição
Sulminas146

Destaque no Sulminas146

Chuva faz nível de reservatórios aumentar no Sul de Minas

Nível do Lago de Furnas subiu sete centímetros e volume está em 10,74%. Já na Represa de Itutinga, o aumento foi de mais de 20% no volume útil.

Do G1

Com a chuva que atingiu a região nos últimos dias, o nível das principais represas do Sul de Minas começou a melhorar. No reservatório de Furnas, houve um aumento de sete centímetros no nível do lago, de acordo com o Comitê de Bacia Hidrográfica de Furnas (CHB Furnas). Mas apesar da leve melhora, será preciso que a represa suba 15 metros, o que só deve acontecer entre três a quatro anos de acordo com previsão do presidente da instituição, Fausto Costa. Na Represa de Itutinga, o volume útil do reservatório subiu mais de 20% com chuva.

Ainda segundo a presidência do CBH Furnas, apesar do volume de chuvas ter aumentado na região, o solo está muito seco e absorve grande parte da água da chuva, dificultando que os reservatórios melhorem de forma mais rápida.

Nível de Furnas melhora com chuvas que atingiram a região nos últimos dias (Foto: Luciano Tolentino / EPTV)

Nível de Furnas melhora com chuvas que atingiram a região nos últimos dias (Foto: Luciano Tolentino / EPTV)

O Lago de Furnas possui 23 bilhões de metros cúbicos de água e banha 34 municípios do Sul de Minas. Atualmente, o nível do reservatório está em 753,11 metros, operando com 10,74% de volume útil. No mesmo período do ano passado, o volume ultrapassava os 47%.

De acordo com o Instituto Somar de Meteorologia, a última chuva com volume significativo que atingiu a região de Passos (MG), próximo ao reservatório, foi no dia 2 de novembro, quando choveu 27 milímetros. Nesta segunda-feira (24), a previsão é de que chova mais de 30 milímetros na região.

Volume dos reservatórios na região

No dia 13 de novembro, a Represa de Furnas chegou no seu menor nível do ano, com 10,43% de volume útil. A partir daí, ela estabilizou e apresentou pequena elevação. A última medição, em 20 de novembro, ela estava em 10,74% no volume útil.

No dia 18 de novembro, a Represa de Itutinga estava com 72,6% de seu volume útil. Na última medição, dia 21 de novembro, ela já estava com 93,7% de seu volume útil, um aumento de quase 20% em relação à medição do dia 18 do mesmo mês.

A Represa de Camargos estava com 0,4% de seu volume útil no dia 2 de novembro, mas na última medição, no dia 21 de novembro, já estava com 6,33% do volume útil.

No dia 2 de novembro, a Represa do Funil estava com 51% de volume útil. Na última medição, dia 21 do mesmo mês, o volume já estava em 60,3%.

Acompanhe Sulminas146 no Twitter e no Facebook.

Seja o primeiro a comentar