Edição
Edição
Sulminas146

Destaque no Sulminas146

Maria da Fé, no Sul de Minas, é a cidade mais fria do estado

Em Maria da Fé, Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) já registrou 8.4° negativo.

Do Sulminas146

Maria da Fé, no Sul de Minas é a cidade mais fria de Minas Gerais. No dia 21 de agosto de 1981, o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) registrou -8.4°, temperatura mais baixa já aferida em todo Sudeste. Com pouco mais de 14 mil habitantes, esse pequeno município mineiro está localizado em plena Serra da Mantiqueira, bem próximo à estância paulista de Campos do Jordão e às cidades mineiras do chamado Circuito das Águas.

No inverno, constantemente a temperatura chega no zero e de acordo com informações da prefeitura da cidade, Maria da Fé é conhecida como a cidade mais fria do Estado de Minas Gerais.

Além do frio que a cidade pode propiciar, há outros atrativos característicos das pequenas e aconchegantes cidades do Sul de Minas. Festas típicas, artesanato e boa comida, são alguns atrativos. O seu calendário de eventos tem várias atrações típicas, como o Festival da Viola, a Festa do Peão Boiadeiro, a Noite do Livro, a Folia de Reis, a Dança de São Gonçalo e a Catira. Seu artesanato usa fibra das folhas da bananeira e é comercializado até no exterior.

Jornal retrata temperatura histórica na cidade do Sul de Minas (foto: reprodução)

Jornal retrata temperatura histórica em Maria da Fé, no Sul de Minas (foto: reprodução)

A produção de azeite de excelente qualidade é outro destaque da região. O turista pode visitar as plantações de oliveiras orgânicas e acompanhar desde o plantio da azeitona até o envaze final do azeite.

Na cidade, a Igreja Matriz de Nossa Senhora de Lourdes possui murais de Pietro Gentilli, pintor italiano que também possui obras em Americana (Estado de São Paulo) e Mariana (Minas Gerais). Há também o Centro Cultural, onde estão disponíveis informações históricas e turísticas sobre o município e também a Casa do Artesão, um espaço criado para a exposição de trabalhos de artesanato da cidade.

Na praça Getúlio Vargas estão algumas das mais antigas oliveiras da cidade, conhecida nacionalmente[carece de fontes] como Cidade das Oliveiras, já que a fazenda experimental de Maria da Fé da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) é a única produtora de mudas de oliveira do Brasil, e que deu origem a duas variedades de oliveiras genuinamente brasileiras, resultadas de cruzamentos e anos de pesquisas da instituição: a JB e a Maria da Fé.

LEIA TAMBÉM:

Único laboratório de astrofísica do país fica no Sul de Minas

Marmelópolis, no Sul de Minas, tenta manter viva a tradição do marmelo

Para quem gosta de aventura e natureza, há o Pico da Bandeira, a 1.683 m. acima do nível do mar, de onde se pode avistar toda a cidade e também algumas cidades vizinhas como, por exemplo, São José do Alegre, Pedralva ou Itajubá. De lá também pode-se ver o Pico dos Marins, o Laboratório Nacional de Astrofísica, em Brazópolis, e a própria Serra da Mantiqueira.

Leia mais notícias da região no Sulminas146

Acompanhe Sulminas146 no Facebook e no Twitter

Seja o primeiro a comentar