Edição
Edição
Sulminas146

Destaque no Sulminas146

Coleção de placas de trânsito conserva história de Passa Quatro no século passado

Coleção particular de placas dos anos 30 aos anos 50 conserva como era o trânsito desta pacata cidade do Sul de Minas

Por Petterson Rodrigues
Do Sulminas146

Irmãs mantém coleção que herdaram do pai (foto: Fábio Mota)

Irmãs mantém coleção que herdaram do pai (foto: Fábio Mota)

Houve um tempo em Passa Quatro, no Sul de Minas, que bicicletas, carrocinhas de mão, charretes, carros de tração animal tinham que estar devidamente licenciados para transitar na cidade.

Tempos antigos em que todo tipo de veículos utilizados de diversas maneiras e variadas necessidades eram licenciados pela prefeitura do município.

Uma coleção particular com placas dos anos de 1938, 1944, 1945, 1947, 1951, 1953, 1954, 1955, 1957 e 1958 conserva como era o trânsito desta pacata cidade da Serra da Mantiqueira no século XX.

“São 19 placas. A mais antiga é de 1938. Herdamos do meu pai, João Motta”, explicou Cláudia Mota, que ao lado da irmã Maria Teresa Tibúrcio Mota, é proprietárias das relíquias.

Apesar do fluxo de veículos hoje ser outra, a cidade ainda conserva bem um passado nostálgico, em que a população mais “experiente” e saudosa gosta bem de se recordar. Porém, Cláudia tem sua opinião em relação a possibilidade de voltar o emplacamento destes veículos na cidade.

“Andei pensando nisso e até comentei com o meu marido. Acho sim que deveriam voltar (com o emplacamento). O número de roubos é grande e ajudaria a controlar”

As placas da família Mota é mais um registro histórico dos encantos de Passa Quatro e do Sul de Minas.

Bicicletas eram emplacadas em Passa Quatro (foto: Wagner de Paula)

Bicicletas eram emplacadas em Passa Quatro (foto: Wagner de Paula)

Leia mais notícias da região no Sulminas146

Acompanhe Sulminas146 no Facebook e no Twitter

Seja o primeiro a comentar