Edição
Edição
Sulminas146

Aiuruoca

Conheça o primeiro circuito turístico criado em Minas Gerais

foto: acervo ATAM
Escalada na Pedra da Poeira, em Itanhandu, é uma das atrações da região
Escalada na Pedra da Poeira, em Itanhandu, é uma das atrações da região

Terras Altas da Mantiqueira foi o primeiro Circuito Turístico criado no Estado e hoje consolidado como região turística. Atrai turistas motivados, principalmente, por sua localização estratégica e pela alta atratividade dos maiores picos da Serra da Mantiqueira e de Minas Gerais. Forma um conjunto de Unidades de Conservação, abertas ao uso turístico, com destaque para o Parque Nacional do Itatiaia, a Floresta Nacional de Passa Quatro e o complexo da Serra do Papagaio.

No Maciço do Itatiaia, as Agulhas Negras e na Serra Fina, o Alto do Capim Amarelo, a Pedra da Mina e o Pico dos Três Estados, seus maiores patrimônios, estão entre os maiores complexos ecológicos do Brasil e são a principal fonte de atratividade turística para a região. Seus municípios também integram a Estrada Real.

A história do Circuito Turístico Terras Altas da Mantiqueira se confunde com a história da regionalização do turismo em Minas Gerais e, conhecendo-a, temos a certeza da importância do contexto histórico desta instância de governança turística.

Em meados de 1998, o Deputado Manoel Costa, residindo em Itanhandu, idealizou a formação de uma microrregião no Sul de Minas, com grande potencial para o turismo, a qual denominaria Terras Altas da Mantiqueira. Reuniu sete Prefeitos Municipais e um grupo de hoteleiros e empreendedores para demonstrar perspectivas, viabilidades e benefícios que um movimento integrado poderia gerar para o fortalecimento do desenvolvimento turístico e econômico regional.

Assim, em 22 de junho de 1998, através da Resolução 001/98, nasceram as ‘Terras Altas da Mantiqueira’, doravante denominada Estância Climática voltada para o desenvolvimento do Turismo dos Municípios de Alagoa, Itamonte, Itanhandu, Passa Quatro, Pouso Alto São Sebastião do Rio Verde e Virgínia.

Na mesma data foi designado o COTAM, um Conselho Provisório liderado por Manoel Costa com o total apoio dos Prefeitos Municipais e do grupo de pessoas interessadas no sucesso do projeto. Após algumas deliberações, o grupo propôs a criação de uma Associação com o objetivo de nortear e organizar as principais atividades do movimento.

Em 31 de março de 1999 foi constituída a ‘Associação Terras Altas da Mantiqueira (ATAM)’ com a eleição de um Conselho Consultivo, um Conselho Fiscal e uma Secretaria Executiva com a primeira sede na cidade de São Sebastião do Rio Verde.

A manutenção da Associação e suas atividades foram sustentadas por meio de contribuições mensais das Prefeituras e Associados da iniciativa privada dos municípios integrados.

Em 2000, o então Governador Itamar Franco convidou o Deputado Manoel Costa para assumir a recém-criada Secretaria de Estado do Turismo de Minas Gerais, o que possibilitou a criação de uma política pública baseada na descentralização e integração regional para o desenvolvimento do turismo no Estado e interiorizou a atividade. Um grande movimento se fez, propondo a integração e a aliança dos atores regionais públicos e privados, surgindo, assim, os Circuitos Turísticos de Minas Gerais.

Um novo conceito, inédito, nasceu no País: a Regionalização do Turismo, antecipando o que viria a ser uma política nacional, a partir de 2003, com a criação do Ministério do Turismo. Os programas de implementação do turismo em Minas Gerais, desde então, evoluíram através dos incentivos e das políticas públicas implantadas e mostram os avanços nos resultados obtidos com a maior presença do Estado nos mercados nacional e internacional.

A ‘Associação Terras Altas da Mantiqueira (ATAM)’ obteve o seu primeiro Certificado de Circuito Turístico de MG em 25 de março de 2006 e tem as renovações subsequentes sempre em dia. Desde 1999, com gestões bienais e exercício compartilhado, a ATAM projetou a região no cenário nacional por meio de uma marca forte – Terras Altas da Mantiqueira – já reconhecida pelo mercado por sua identidade e singularidade – e avança em busca de resultados estratégicos e operacionais, visando dar à Associação robustez, foco, mecanismos de sustentabilidade e maior agilidade na conquista de resultados para seus associados, municípios, empresários e comunidades.

Atualmente, o Circuito Turístico Terras Altas da Mantiqueira é composto pelos municípios de Aiuruoca, Alagoa, Itamonte, Itanhandu, Passa Quatro, Pouso Alto, São Sebastião do Rio Verde e Virgínia.

Seja o primeiro a comentar