Edição
Edição
Sulminas146

Notícias

Decreto que pune desperdício de água entra em vigor em Três Pontas

Prefeito assinou documento que prevê multa e corte no abastecimento. Por causa da estiagem, cidade se encontra em situação de emergência.

Do G1

Começou a valer a partir desta segunda-feira (3) o decreto baixado pela Prefeitura de Três Pontas, no Sul de Minas, que prevê punições para quem for flagrado desperdiçando água. Por causa da estiagem, a cidade se encontra em situação de emergência.

O decreto assinado pelo prefeito da cidade, Paulo Luís Rabello, determina o corte imediato no abastecimento de água de quem for pego lavando o carro, calçadas ou em qualquer ato que configure desperdício. Quem receber a penalidade vai ter que procurar a Justiça para voltar a receber água e pagar uma multa de R$ 90,53.

Na cidade, já se registra desabastecimento em alguns bairros. De acordo com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Três Pontas, o nível dos mananciais que abastecem a população está reduzido e por isso a medida anunciada pode ajudar na economia de água.

Órgãos que prestam serviços essenciais, como é o caso de hospitais, não sofrerão restrição.

Seja o primeiro a comentar