Edição
Edição
Sulminas146

Serra da Mantiqueira

Edu Santa Fé mostra música boa da Mantiqueira no The Voice Brasil

Edu Santa Fé é de Delfim Moreira, no Sul de Minas, e escolheu trabalhar com o técnico Michel Teló, no The Voice Brasil.

Com informações do CTCSM e Gshow

Foto: Isabella Pinheiro/Gshow
Edu Santa Fé é de Delfim Moreira
Edu Santa Fé é de Delfim Moreira

Edu Santa Fé fez uma apresentação de arrepiar os telespectadores do The Voice Brasil, da Rede Globo, na última quinta-feira (1). Interpretando a canção ‘Poeira’ (de Pena Branca e Xavantinho), ele disse que tinha a proposta de mostrar a viola e a música caipira original e foi aprovado na seletiva.

“Eu quero agradecer a Deus, muito, muito mesmo, por estar aqui. O projeto que tenho na minha cabeça é a musica caipira e dentro disso, Carlinhos (Brown), voce é um cara muito bacana, adoro o seu som, mas vou ficar com o Michel (Teló)”, declarou Edu Santa Fé ao ter que escolher entre os dois jurados que tinham virado a cadeira para ele.

Edu Sparttacus Martins tem 26 anos, mora em Delfim Moreira, no Sul de Minas, e contou que aos seis anos ganhou de seu pai o primeiro violão. “Ai eu comecei a cantar, compunha musiquinhas, falando da vaquinha… Meu pai é meu guerreiro, porque desde o comecei ele encarou a parada”, disse emocionado. Seu pai, ao lado, respondeu orgulhoso: “O que pude fazer por ele eu fiz”.

À produção do programa, relatou que nesses 15 anos de música já fez parte de três duplas sertanejas e teve oportunidade de abrir shows de artistas de renome. “Paula Fernandes, Gian e Giovani, Reginaldo Rossi, Jota Quest e Aviões do Forró”, relembra Edu.

O cantor tem ainda uma bela história ligada à música, que foi um disco inteiro dedica à sua mãe, que faleceu. Muito religioso, a ponto de adotar como sobrenome, ele fez músicas que falavam de Nossa Senhora, Jesus Cristo e Deus. “Gosto de Deus e Ele me norteia”, explica.

Ao ser avaliado pelos ‘jurados artistas’, Edu Santa Fé ouviu de Carlinhos Brown: “Essa canção expõe toda qualidade da música sertaneja, a qualidade autêntica rural do Brasil. Você e a música não poderiam passar por esse programa desapercebido, porque foi a primeira música que ouvi no rádio. Você é uma joia”.

“E o seu som de viola, meu amigo, somos abençoados por esse som, do instrumento de 10 cordas, essa afinação”, foram as palavras de Lulu Santos.

E o técnico, Michel Teló, resumiu: “Cantou bonito. Seu timbre tem uma identificação incrível”.

Ele agradou Michel Teló e, agora, faz parte do time do técnico. O músico nunca se viu fazendo outra coisa que não fosse música. Cresceu no meio de serestas e acordava com acordes musicais na porta de casa. Ainda criança, ganhou um instrumento musical e não largou mais. “Meu pai me deu um violão quando eu tinha seis anos. Comecei a fazer minhas musiquinhas e os temas eram sempre natureza e animais. Peguei gosto e me dedico à música até hoje. Nunca fiz outra coisa, sempre investi nisso”, contou ao Gshow.

No dia seguinte da apresentação na televisão, o número de seguidores nas redes sociais já havia dobrado.

Siga o Sulminas146 no Facebook e no Twitter

Seja o primeiro a comentar