Edição
Edição
Sulminas146

Destaque no Sulminas146

Esporte de aventura e ecoturismo em Passa Quatro são uma realidade

Cidade do Sul de Minas tem em seu calendário muitos dos mais importantes eventos esportivos ligados à aventura e ao ecoturismo

Do Jornal da Serra

Passa Quatro, no Sul de Minas, é uma cidade que oferece inúmeras opções de turismo, esportes e lazer em cenários naturais únicos e magníficos, com montanhas, trilhas, e cachoeiras e muito verde.

Aqui, os turistas e atletas entram em contato íntimo com a natureza e o esporte de várias maneiras. Basta relembrar os tantos eventos esportivos estritamente ligados ao ecoturismo realizados nos últimos meses. A corrida de aventura “La Mision – Uma Autêntica Aventura” (short mision e half mision), pela primeira vez no Brasil, foi realizada em Passa Quatro nos meses de outubro de 2013 e agosto de 2014, onde a “missão” destacada é mais do que uma simples corrida de aventura, revelando-se mais uma peregrinação onde centenas de atletas buscam alcançar sua meta: a conclusão do percurso. Mais de 270 atletas, do Brasil, Argentina, Espanha, Japão, Portugal e Uruguai, prestigiaram o Short & Half Mision Brasil 2014, realizado ma cidade.

Passa Quatro também vem sendo brindada com os atletas do Haka Race, prova de aventura de curta e média distância que envolve várias modalidades de esportes de aventura. Os principais são mountain bike, trekking, canoagem, técnicas verticais e orientação. Em setembro de 2013 foi realizada a 3ª etapa e, em setembro de 2014, foi realizada as etapas do Haka MTB1 (montain bike) sport (30km) e pró (60 km).

Voo livre de Passa Quatro (foto: divulgação)

Voo livre em Passa Quatro (foto: divulgação)

A UltraMaratona dos Anjos também está presente no calendário de eventos esportivos do município, sendo uma das provas mais duras do Brasil, com 235 Km de percurso e tempo limite de 60 horas, prova realizada em junho de 2013 e a Ultra dos Anjos Internacional  (UAI), evento realizado no mês de junho de 2014, ambos com sucesso tremendo de público e número de atletas, especialmente no que concerne aos atletas da terra que obtiveram vitórias e desempenhos excepcionais.

O Festival de Voo Livre de Passa Quatro já está em sua 3ª Edição, sendo aprimorado a cada etapa. Eventos foram realizados com sucesso em 2012 e 2013, sendo que neste ano de 2014, a Prefeitura Municipal, a Secretaria de Turismo, Secretaria de Esportes e Conselho de Turismo de Passa Quatro, em parceria com a ‘Associação Passaquatrense de Parapente’ (APP) e Thiago Ozanan, realizaram o ‘III Festival Mantiqueira de Voo Livre’ nos dias 30, 31 de agosto e 1º de setembro, unindo esporte, aventura, educação, turismo e civismo, mesmo porque o evento fez parte das comemorações do aniversário de emancipação política de Passa Quatro (1º de setembro). Entre as atrações do evento, os cidadãos, atletas e turistas puderam usufruir das acrobacias em paramotor, acrobacias em parapente, campeonato de aviões de papel, exposição de carros antigos, feira aero desportiva, praça de alimentação, mostra de cinema de montanha, palestras de manutenção preventiva (Thiago Ozanan), recreação infantil e shows de rock.

Nesse mesmo final de semana ocorreu a 1ª Meia Maratona de Passa Quatro, com mais de 100 atletas inscritos, evento que entrará também no calendário esportivo da cidade. A prática de esportes radicais que desafiam a vida está na moda. Seja no ar, na água ou na terra, cada vez mais esportistas e atletas estão aderindo a esses seguimentos. Resta claro que tantas atividades relativas ao ecoturismo e esportes de aventura transformaram Passa Quatro, antes cidade típica do interior, em uma potência turística, haja vista o número de pousadas e hotéis em atividade, além do crescente número de empreendimentos voltados para o turismo, como restaurantes, bistrôs, lojas de artesanato e produtos da terra.

Tudo isso é desenvolvimento, ao contrário do que muitos vêm pregando, obviamente, sem conhecimento de causa. O turismo de aventura é, evidentemente, um segmento do turismo que envolve atividades de caráter esportivo e, também, recreativo, com emoção, incluindo, por exemplo, rafting, rapel, mountain bike, montanhismo, caminhadas, trakking e o mencionado voo livre. O ecoturismo ou turismo ecológico, por sua vez, é um segmento do turismo que envolve patrimônios e belezas naturais, culminando com o incentivo ao trabalho da consciência ambientalista e a conservação da natureza. Nessa linha, em se tratando de administração pública, temos que exaltar que, a dimensão da economia, as relações das atividades ligadas ao lazer, o turismo de aventura ou mesmo, os esportes radicais passam a ser atividades que se encaixam perfeitamente na lógica de produção capitalista, seja para seu consumo ou sua venda, daí estarem, sim, atrelados ao desenvolvimento social e econômico do município.

Passa Quatro, no Sul de Minas (foto: Paulo Fontes)

Passa Quatro, no Sul de Minas (foto: Paulo Fontes)

Assim sendo, urge atestar a magnitude que os esportes, principalmente os de aventura, vêm alcançando nos últimos anos, reflexo da indústria do entretenimento, do turismo, ambas capazes de mobilizar grande volume de capitais privados, além de fomentar sentimentos de identidade territorial em diversos níveis.

A parceria com o Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMbio) e os representantes de nossa FLONA, é de suma importância para tais atividades, mesmo porque, um de seus principais objetivos é a busca do diálogo e institucionalizar um conjunto de políticas relacionadas com a gestão territorial, conservação e desenvolvimento socioambiental, concentrando, como coordenações vinculadas, as áreas da Gestão Participativa e, evidentemente, a imprescindível Educação Ambiental.

Na atualidade o turismo é uma das atividades econômicas mais importantes, especialmente para Passa Quatro e todo Circuito Terras Altas da Mantiqueira, onde se destacam os segmentos do ecoturismo, turismo de aventura, turismo rural e também o turismo cultural e histórico, potenciais que, por sua vez, tornam-se atividades que têm direta relação com o desenvolvimento sustentável, ante sua interdependência com os setores sociais, econômicos e ambientais, objetivando a preservação dos recursos naturais e culturais.

Desta forma, a cidade ganha e todo mundo ganha com a real atração das atrações turísticas oriundas do esporte de aventura e do ecoturismo.

Acompanhe Sulminas146 no Twitter e no Facebook.

Seja o primeiro a comentar