Edição
Edição
Sulminas146

Imagens

Estiagem faz pontes submersas aparecerem após anos em MG

A estiagem que atinge o Sul de Minas continua fazendo com que objetos e locais antes submersos voltem a aparecer com a baixa do nível de água. Tanto que algumas pontes que estavam submersas na Represa de Furnas voltaram a ser vistas.

Ao lado da estrada que liga Alfenas (MG) a Campos Gerais (MG), uma ponte desativada na década de 1960 agora está à mostra. A ponte era a principal ligação entre as duas cidades até a criação do reservatório do Lago de Furnas, que abastece a hidrelétrica de mesmo nome.

“Em 2002, ela ficou muito tempo de fora, porque baixou muito a água. De 2002 até 3 anos atrás a gente não via ela e desde então a gente já vê todo ano”, disse o empresário José Vicente dos Reis, morador do local.

Pontes voltam a aparecer com a estiagem de Furnas em distrito de Três Pontas (Foto: Reprodução EPTV)

Pontes voltam a aparecer com a estiagem de Furnas em distrito de Três Pontas (Foto: Reprodução EPTV)

Em Três Pontas (MG), no distrito do Pontalete, duas pontes também reapareceram. Elas foram construídas sobre os rios Verde e Sapucaí e eram usadas para ligar a comunidade aos municípios de Paraguaçu (MG) e Elói Mendes (MG). Hoje o transporte por esses caminhos é feito apenas por balsas. Até estradas começaram a aparecer.

“A gente vem sempre aqui pedalando de bicicleta, de moto, fazer um lazer na região e nunca tinha visto essa situação conforme está aqui. Pontes expostas, esta seca total. Tem que cair muita água por um período longo para voltar à situação normal, que é o nosso lazer”, disse o empresário João Luiz Presciliano.

Atualmente Furnas recebe uma vazão de 285 metros cúbicos de água por segundo, mas gasta o dobro para produzir energia. Com o volume útil em 27,55%, muitas árvores também já surgiram em meio ao lago.

Do G1

Seja o primeiro a comentar