Edição
Edição
Sulminas146

Imagens

Estudante de São Lourenço fará intercâmbio em universidade americana

Matheus Castilho, de São Lourenço, estará na Universidade de Notre Dame no período de 11 a 25 de julho.

Matheus dos Santos, estudante de São Lourenço

Matheus dos Santos, estudante de São Lourenço (foto: divulgação)

No próximo mês, o mineiro Matheus dos Santos Pinto Castilho, de 15 anos, terá uma nova experiência educacional em sua vida. Aluno da Escola Estadual Doutor Humberto Sanches, em São Lourenço, no Sul de Minas, ele irá participar do International Leadership, Enrichment and Development Program (iLED).

A iniciativa é voltada aos alunos de destaque de todo o mundo que cursam o ensino médio. Desenvolvido pela Universidade de Notre Dame, localizada na cidade de South Bend, Estado de Indiana, nos Estados Unidos, o iLED possibilita aos estudantes a oportunidade de conhecer as várias áreas acadêmicas de estudos da universidade americana.

Para que fosse selecionado, Matheus teve que apresentar, na inscrição, o seu desempenho médio na escola e outros destaques de sua trajetória escolar. Mesmo com a pouca idade, ele acumula uma série de conquistas, entre elas a medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (2014), a medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Física (2012), a medalha de bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (2014) e a medalha de bronze na Olimpíada Brasileira de Ciências em (2014). “Também tive que fazer redações explicando o porquê queria ir e quais as contribuições eu poderia dar para o iLED. É um programa de liderança e que valoriza o mérito do aluno”, avalia.

Viagem

No período de 11 a 25 de julho, Matheus terá a oportunidade de vivenciar a rotina universitária e explorar diferentes áreas, como ciências, engenharia, humanidades, negócios, ciências sociais, artes e arquitetura. A agenda de atividades será composta por palestras, projetos colaborativos, empresariais e comunitários, visitas e uma viagem para a cidade de Chicago, no estado de Illinois.

“Acho que vai ser uma experiência muito boa, pois é um programa que vai trazer uma experiência multicultural para todos os participantes”, explica o estudante, que soube da iLED pelo Programa Oportunidades Acadêmicas, uma iniciativa do Education USA, do qual participa.

O Education USA é uma rede global de mais de 400 centros de orientação, afiliado à Seção de Educação e Cultura (Bureau of Educational and Cultural Affairs – ECA) do Departamento de Estado dos Estados Unidos.

Para o estudante, o apoio da escola foi fundamental para oportunidade nessa experiência em outro país. “Nessa conquista eu não posso me esquecer de falar do apoio que sempre tive da minha escola e da diretora Sueli, que sempre me incentiva a participar dessas ações”, lembra Matheus.

Outro item considerado pelo iLED é a participação em projetos sociais. No caso de Matheus, ele realiza trabalhos voluntários como o projeto “Olha para mim”. A ação, desenvolvida em uma ONG que atende adolescentes tutelados pelo Estado, busca atender a entidades beneficentes da comunidade e trabalhar a consciência voluntária na escola.

“Eu criei o projeto com o apoio da escola. Com ele, nós arrecadamos materiais para levar aos asilos. Eu sempre morei com minha avó e ela é idosa. Então, pensei que nem todas as pessoas idosas tinham a atenção e o cuidado que eu, minha mãe e meu irmão, damos à minha avó”, conta o estudante.

Os gastos com as passagens de Matheus dos Santos Pinto Castilho para os Estados Unidos serão custeados pela Secretaria de Estado de Educação.

Da Agência Minas

Leia mais notícias da região no Sulminas146

Acompanhe Sulminas146 no Facebook e no Twitter

Seja o primeiro a comentar