Edição
Edição
Sulminas146

Grupo toma primeiras decisões em prol do Rio Passa Quatro

Reunião na última quinta-feira (30) define primeiros passos do grupo que quer trabalhar em prol do Rio Passa Quatro

Por Petterson Rodrigues
Do Sul de Minas

O grupo de moradores que se sensibilizou e se organizou para tratar da difícil e triste situação do rio de Passa Quatro, no Sul de Minas, fez sua primeira reunião oficial na última quinta-feira (30) e definiu as primeiras ações a serem tomadas. De acordo com informações da professora Agnes Courbassier, 10 pessoas compareceram no encontro.

“Foi muito bom. Nós decidimos que vamos mobilizar as pessoas. Nós decidimos que vamos tentar levar bastante gente para reunião do Codema (Conselho Municipal de Conservação e Defesa do Meio Ambiente), agora na quinta-feira, às 16 horas. E a nossa maior luta vai ser com a população e com o Codema, porque é o Codema que é o órgão responsável por essa fiscalização, por essas informações. É ele que faz a gestão de toda parte do meio ambiente do município”, explicou.

Segundo a professora, outras ações já foram tomadas e a expectativa é conseguir alinhar e ter acesso da atuação do Codema para evoluir nos trabalhos e melhorar as condições do Rio Passa Quatro. O grupo quer também o envolvimento nos bairros e nas escolas.

“Criamos também uma fanpage no Facebook e ficamos felizes porque tivemos muito acesso, seguidores e alguns compartilhamentos, então está dando resultado. Na fanpage as pessoas poderão escrever, denunciar e até postar fotos. Outra frente de batalha vai ser nas escolas e nos bairros. Nós vamos aos bairros, começar a fazer reuniões nos bairros. Vamos fazer na Fazendinha, na Feira, no São Francisco, no Centro, no São Geraldo, vamos começar a levar as pessoas a irem nas reuniões do Codema também. Agora é um problema que está afetando a todos não é?”, concluiu.

As reuniões do Codema são realizadas toda primeira quinta-feira do mês e acontece na Casa da Cultura, que fica na Rua Romeu Espanha, 38, no Centro da cidade.

Leia também:

Moradora fotografa pernas de vaca em beira de rio em Passa Quatro

Moradores de Passa Quatro se mobilizam em rede social para salvar o Rio da cidade

Acompanhe Sulminas146 no Twitter e no Facebook.

1 comentário

  1. Eduardo Giachini Mota Silva

    Acho louvável que um grupo tenha se mobilizado para salvar as águas da cidade. Parabéns pela iniciativa! Essa é uma questão histórica na cidade, que jamais contou com a boa vontade política de nenhum dos dois grupos que sempre se alternaram no Poder Executivo. O atual prefeito, por não pertencer a nenhum deles, é uma esperança. Entretanto, penso que não será possível salvar o Rio P4 sem o tratamento adequado da água e esgoto da cidade. Os moradores de Passa-Quatro ainda preferem gastar com hospitais, médicos e remédios para verminose do que pagar uma conta mensal de 30 reais. O município não tem condições, orçamento e muito menos conhecimento técnico para esse tipo de serviço. Quem duvida deve visitar a estação de "tratamento" da cidade. Se esse grupo não tiver interesse eleitoreiro, terá minha admiração e contribuição.