Edição
Edição
Sulminas146

Destaque no Sulminas146

Incêndio chega ao 4º dia na Serra da Canastra, no Sul de Minas

Moradores se empenham no combate às chamas da região da Mata do Jaú. Corpo de Bombeiros disse não poder retornar ao local para controlar o fogo.

Do G1

Incêndio atingiu pastagens e vegetação na região (Foto: Luciano Tolentino/ EPTV)

Incêndio atingiu pastagens e vegetação na região (Foto: Luciano Tolentino/ EPTV)

Chega ao quarto dia nesta terça-feira (14) o incêndio que atinge uma grande área de vegetação nativa da Serra da Canastra, em Delfinópolis, no Sul de Minas. As chamas já destruíram pastagens e plantações e os próprios moradores estão tentando combater as chamas da região conhecida como Mata do Jaú. Muitos deles, inclusive, passaram a madrugada apagando os focos, que se espalham com rapidez.

Wagner Suhadolnik é bombeiro e tem familiares que moram na região. Ele abriu mão da folga para ajudar no combate às chamas. “O fogo se alastra muito rápido e é preciso tentar conter antes que ele chegue a outras áreas”, disse.

Segundo os moradores, o fogo começou em uma região conhecida como Vale da Babilônia, na Serra da Canastra, mas como não foi controlado e as chamas se alastraram e já atingem as pastagens usadas pelo gado e as plantações de cana e banana.

“Eu acordei com o barulho do bambuzal sendo queimado e por pouco a minha casa não foi atingida pelo fogo”, disse o produtor rural Dilson Braz da Silva.

A população preocupa-se porque o fogo já dura quatro dias e o Corpo de Bombeiros de Passos informou que esteve na Serra da Canastra no fim de semana, mas não voltou porque existem muitas queimadas para combater na região. De acordo com o órgão, não há previsão de quando eles devem retornar ao local.

Acompanhe Sulminas146 no Twitter e no Facebook.

Seja o primeiro a comentar