Edição
Edição
Sulminas146

Destaque no Sulminas146

Itajubá realiza Conferência e atualiza metas e ações para o turismo

Conferência de Turismo em Itajubá teve palestra de Jussara Rocha e revisão do Plano Municipal

Do CTCSM (por Maria Paula Feichas)

Foram três dias de atividades para revisar e atualizar as metas do Plano Municipal de Turismo do município de Itajubá. A abertura foi feita na presença de autoridades no dia 28, e contou uma palestra de orientação da consultora Jussara Rocha, que já ocupou a função de superintendente de Políticas para Turismo na Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (SETES). O evento foi realizado pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Turismo.

Durante sua explanação, Jussara contextualizou Itajubá no turismo regional e nacional, destacando que, no Brasil, a atividade turística vem sendo ordenada há pouco tempo. “Faz apenas 10 anos que se criou o Ministério. Como somos um país muito grande, organizar um setor como este demanda tempo mesmo”, avaliou ela.

Sobre o Programa de Regionalização que o estado de Minas adotou, Jussara considera ser um avanço na gestão do turismo e reforça que os mineiros saíram na frente. “Como protagonista do movimento, fico feliz de ver os resultados. A própria criação dos circuitos turísticos se deu pela necessidade de descentralizar essa gestão em um Estado tão diversificado e amplo. Para dar voz a todos os envolvidos e interessados, foi preciso regionalizar para organizar”, declarou a consultora, que informou que este é um modelo francês de dividir suas regiões turísticas.
Jussara falou ainda das novas tendências mundiais, o perfil do novo turista (que é mais interessado e informado), da cadeia produtiva do Turismo e o papel de cada um, da tecnologia e tantos outros pontos de interesse.

Itajubá debate planos para o turismo (foto: divulgação Ctcsm)

Itajubá debate planos para o turismo (foto: divulgação Ctcsm)

Compuseram a mesa de abertura o secretário municipal de Turismo, Massoud Nassar, o presidente do Conselho Municipal de Turismo (Comtur), Rubens Pinheiro; os vereadores Luiz Fernandes, Rui Martins e Raimundo Santi e o presidente do Circuito Turístico Caminhos do Sul de Minas (CTCSM), Zeca Maurício, que abriu série de pronunciamentos. “Aqui vamos construir as diretrizes para até 2016. Temos feito Conferências em todas as cidades associadas ao Circuito e percebo que a cada edição, aumenta o interesse dos participantes. Parabéns a todos, porque é aqui que definimos nossa identidade e aprendemos a trabalhá-la para explorar e vender aos turistas”, declarou Zeca.

Plano de ações

No dia 29, foi feita uma oficina com os convidados sob a orientação da Jussara. Além das dinâmicas de grupos, foi feita leitura do atual Plano Municipal de Turismo de Itajubá e discutido as ações necessárias.

Como norte para as discussões, Jussara voltou a falar do perfil do novo turista, que é mais exigente e não viaja para ficar ‘mais ou menos’ em um lugar. “Hoje a pessoa tem o interesse, o dinheiro e a internet para decidir”. A consultora reforçou que toda ação no setor do Turismo depende do tripé que envolve o Poder Público, Privado e a Comunidade, sendo que nenhum deles pode ser dependente do outro, mas sempre são essenciais.

No dia 30, foi feita a apresentação do Plano Revisado, que contempla:
– Realizar pesquisa de demandas
– Definir como será a coleta de dados
– Articular políticos na busca de recursos
– Propor legislação para incentivo fiscal
– Identificar e mapear os segmentos e recursos turísticos
– Realizar visitações nos Santuários e nos atrativos naturais (como Pedra Aguda e Santuário da Agonia)
– Criar roteiros turísticos
– Qualificar e profissionalizar que recebe os turistas
– Promover a divulgação turística da cidade
– Realizar campanhas de sensibilização
– Diagnosticar necessidades de acessibilidade dos pontos turísticos
– Estabelecer parcerias com entidades e empresas

Como dica para todos os presentes, Jussara ressaltou a importância de ter informações corretas e atualizadas sobre as atrações turísticas. Para ela, sem as informações não é possível gerar ações estratégicas consistentes. “Levantar os dados, entender o público e saber qual posição queremos ter no mercado é fundamental. Precisamos conhecer para sair do amadorismo”. Vale registrar que o Turismo já é a quinta economia do Brasil.

O CTCSM

Jussara Rocha, que já foi moradora de Itajubá e é cidadã honorária, também participou da criação do Circuito Turístico Caminhos do Sul de Minas (CTCSM) e declarou que o Circuito, desde o início, sempre foi organizado. “O sucesso hoje na gestão do CTCSM é o que sempre sonhamos. Quando escolhemos esse nome, ‘Caminhos do Sul de Minas’, pensamos nos vários caminhos que temos: da natureza, rurais, da gastronomia, da tecnologia, da cultura, dos saberes e fazeres, da religiosidade, enfim, que precisamos estar atentos para todas as nossas características”, explicou ela.

Sendo instâncias de governança, os Circuitos Turísticos são parceiros do governo do Estado e auxilia os municípios, e demais atores, na viabilidade e análise de cada ação.

Acompanhe Sulminas146 no Twitter e no Facebook.

Seja o primeiro a comentar