Edição
Edição
Sulminas146

Imagens

Lobo Guará aparece dentro de casa em Itamonte, no Sul de Minas

Lobo-Guará é encontrado em garagem de casa em Itamonte (foto: Divulgação)

Lobo-Guará é encontrado em garagem de casa em Itamonte (foto: Divulgação)

A Polícia Militar do Meio Ambiente de Itamonte, juntamente com a Unidade de Conservação APA Serra da Mantiqueira, efetuaram o recolhimento do animal no bairro Jardim Alpino, no último dia 12.

A moradora encontrou o lobo guará em sua garagem e imediatamente ligou para os policiais. Após o recolhimento do animal, ele foi levado e solto no interior da RPPN Alto Montana, localizada na parte alta da Serra da Mantiqueira, local de grande ocorrência do espécime.

O lobo guará é o maior canídeo da América do Sul e está ameaçado de extinção. Ele tem 95 e 115 cm de comprimento, com uma cauda medindo entre 38 e 50 cm. Pesa entre 20,5 e 30 kg.

É um animal difícil de confundir com os outros canídeos sul-americanos, dado suas longas e finas pernas, densa pelagem avermelhada e grandes orelhas. Diferentemente dos lobos, esta espécie não forma alcateias e tem hábitos solitários, juntando-se apenas em casais durante a época de reprodução.

O lobo-guará caça pequenos mamíferos, roedores e aves. Mas a sua dieta tem uma forte componente onívora. Estes animais são bastante dependentes da lobeira (Solanum lycocarpum) e estabelecem, com esta planta, uma relação simbiótica: sem os frutos da lobeira, o lobo-guará morre de complicações renais causadas por nemátodos. Em contrapartida, o guará tem um papel fundamental na dispersão das sementes dessa planta.

Seja o primeiro a comentar