Edição
Edição
Sulminas146

Destaque no Sulminas146

Número de casos confirmados de dengue já chega a 48 em Lavras

Além dos confirmados, cidade tem 350 notificações de possíveis casos. Situação já causa alerta na Secretaria de Estado de Saúde.

Do G1

O número de casos confirmados de dengue em Minas Gerais assusta e a situação também já preocupa em alguns municípios do Sul de Minas. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, em Lavras (MG), o número de casos confirmados subiu de um para 48 em apenas um mês.

De janeiro a fevereiro, o município já soma 350 notificações de possíveis casos. Segundo Fernanda Maria Rufini Pena Parisi, da Vigilância em Saúde, no dia 31 de janeiro, havia apenas uma confirmação. Menos de uma semana depois, no dia 6 de fevereiro, já eram 8 confirmações. Até o último dia 23, o número já tinha aumentado seis vezes, chegando a 48 pessoas com dengue na cidade.

“Se o número de notificações é alto, significa que existem casos não confirmados, então a gente se preocupa a partir do momento que a notificação chega e a investigação já começa a ser feita”, comentou Fernanda.

Um exemplo é o que aconteceu com a família do vendedor Gustavo Eduardo de Jesus Andrade Silva, que teve dengue no início de fevereiro e chegou a ficar internado por 4 dias. “Eu sentia dores no corpo, as costas doem muito, não dá disposição para nada, muita dor de cabeça”, lembrou.

Aos poucos, ele se recuperou, mas uma semana depois, a avó dele passou mal. O médico, chegou a dizer que era gripe, mas bastou o exame para confirmar, ela estava com dengue. “Eu sabia que não era gripe. Dengue é muito diferente. Dói tudo que você tem no corpo”, contou a pensionista Maria Nogueira de Andrade.

Município realiza mutirão para tentar controlar os casos (Foto: Reprodução/EPTV)

Município realiza mutirão para tentar controlar os casos (Foto: Reprodução/EPTV)

O município, para tentar combater o problema, tem 40 agentes de saúde trabalhando nos mutirões de limpeza. Somente este ano, o trabalho já foi feito em 16 bairros e a intenção é chegar a todos até o mês de junho.

“Entre 24 de fevereiro e 16 de junho vamos fazer mutirões e temos a meta de cobrir toda a cidade. Para isso, pedimos a colaboração de toda a população, já que tivemos uma epidemia ano passado e esse ano estamos em médio risco, não queremos correr o risco de evoluir para alto risco”, alertou o chefe do Departamento de Endemias, Ernani Martins da Costa.

O morador da cidade, Lázaro Emerson Costa já aprendeu como se prevenir da dengue e além de limpar a própria residência, resolveu limpar também o lote de um dos vizinhos. “Todo mundo tem que colaborar, se juntar em um final de semana e reunir umas 10 ou 20 pessoas, dá conta. Tem que fazer pelo bairro, mas todo mundo só pensa em si mesmo. Enquanto não morrer alguém, ninguém vai cuidar”, desabafou.

Leia mais notícias da região no Sulminas146

Acompanhe Sulminas146 no Facebook e no Twitter

Seja o primeiro a comentar