Edição
Edição
Sulminas146

Imagens

São Sebastião do Paraíso, no Sul de Minas, reinaugura biblioteca municipal

Município do Sul de Minas reabre biblioteca após um ano fechada para reformas

Do Clic Folha

A obra de reforma foi realizada com recursos próprios da prefeitura (Foto: Divulgação)

A obra de reforma foi realizada com recursos próprios da prefeitura (Foto: Divulgação)

A Biblioteca Municipal Professor Alencar de Assis, no centro de São Sebastião do Paraíso, no Sul de Minas, será reinaugurada nesta terça-feira (21). Há um ano o local está em reformas e será entregue com novos ambientes para estudo e pesquisa, além de um sistema informatizado que permitiu a digitalização do acervo.

Em outubro do ano passado, o Departamento de Cultura de Paraíso fechou a Biblioteca Municipal Professor Alencar de Assis para reformas. Como explica a diretora de Cultura Cinira Mumic, as modificações estavam previstas para acontecer em no máximo seis meses, mas acabaram se estendendo por mais tempo. “Nós programamos uma reforma e acabamos fazendo mais melhorias de que era previsto, por isso, o período de fechamento da biblioteca se estendeu”, explica.

O ambiente interno da biblioteca foi reformulado a fim de criar novos ambientes de estudo, leitura e pesquisa. O forro do prédio foi trocado, assim como a pintura interna e externa. A recepção também foi modificada.

Para oferecer ainda mais conforto aos usuários, a biblioteca contará com um sistema de ar condicionador em todas as sessões. “A iluminação era precária e nós a melhoramos. Também refizemos a parte de cabeamento de informática, para oferecer uma qualidade melhor de internet aos usuários e criamos sessões para separar os grupos de estudantes daquelas pessoas que precisam de um ambiente mais silencioso e tranquilo para estudo e pesquisa”, acrescenta Cinira.

Outra novidade é que a digitalização do acervo e do cadastro de usuários. Os 16 mil livros foram triados e cadastrados pelos funcionários da biblioteca. O novo sistema informatizado que foi implantado vai possibilitar a eliminação das fichas em papel que foram utilizadas por décadas.

Seja o primeiro a comentar