Edição
Edição
Sulminas146

Itanhandu

Passa Quatro e Itanhandu são destaques em ranking de desenvolvimento IFDM

O IFDM (Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal) é um estudo que acompanha o desenvolvimento socioeconômico de todas as mais de 5 mil cidades brasileiras em três áreas de atuação.

Artigo por Jornal da Serra

A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) divulgou no mês passado o ranking das cidades mais desenvolvidas do Brasil, segundo o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM). E Passa-Quatro e Itanhandu estão bem colocadas, com base em dados como educação, saúde, emprego e renda.

A cidade de Itanhandu aparece em 11ª lugar entre os melhores municípios de Minas Gerais, e 142ª do Brasil, com índice considerado alto: 08415. Já Passa-Quatro está na 52ª colocação do estado e 525ª do ranking nacional, com índice considerado moderado: 0,7908. A melhor do ranking também e de Minas Gerais: Extrema.

“Em 2012, estávamos em 167º lugar no Estado e 1220º no Nacional. Com os dados divulgados em 2015, estamos em 52º no Estado e 525º no Nacional. É louvável esse crescimento, especialmente em se tratando de emprego e renda (0,6003) Saúde (0,9615 – a segunda melhor de todo Sul de Minas) e educação (0,8106)”, salientou o prefeito de Passa Quatro, Paulo José de Almeida Brito.

Das outras cidades da região, Virgínia vem na sequência, acompanhada de São Sebastião do Rio Verde. Veja ranking abaixo.

O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) para classificar o nível de cada cidade em quatro categorias: desenvolvimento baixo (de 0 a 0,4), regular (0,4001 a 0,6), moderado (de 0,6001 a 0,8) e alto (0,8001 a 1). Foram avaliados 5.517 municípios, que abrigam 99,8% da população.

Arte: Sulminas146
IFDM cidades Jornal da Serra
IFDM cidades Jornal da Serra

O IFHM não mede exatamente qualidade de vida. Embora, claro, municípios com elevados índices de educação, saúde, emprego e renda alta tendam a ser bons lugares para se viver.

Veja o ranking completo do Sul de Minas

O levantamento é feito pela Firjan exclusivamente com base em estatísticas públicas oficiais, disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde. Os dados são referentes a 2013, os últimos disponíveis para análise.

Siga o Sulminas146 no Facebook e no Twitter

Seja o primeiro a comentar