Edição
Edição
Sulminas146

Destaque no Sulminas146

Produtores de café do Sul de Minas usam cada vez mais o comércio eletrônico

As facilidades das vendas on-line são a mais nova aposta dos produtores rurais da região.

Do Portal do Agronegócio

Os agricultores do sul de Minas estão explorando um novo sistema de vendas para o café. Pela internet, eles querem chegar diretamente ao consumidor final e a estratégia tem dado certo.

O café da fazenda de Mário de Freitas está indo cada vez mais longe. O grão que até pouco tempo era vendido no estado de São Paulo, agora tem ganhado espaço em todo o Brasil.

O café produzido nas fazendas do sul de Minas está aos poucos conquistando um novo mercado: a internet. As facilidades das vendas on-line são a mais nova aposta dos produtores rurais da região.

Mário tem aproveitado a chance. De olho na modernidade, ele aderiu à ferramenta de vendas que mais cresce no mundo. No site, além da divulgação da empresa, Mário coloca à venda o café que produz. Os negócios on-line começaram há um ano e já representam 15% do faturamento. “É o jeito de atingir o consumidor final, a pessoa que tem um escritório, um restaurante, a dona-de-casa”, diz.

A maior cooperativa de café do mundo também está na internet. Com 50 anos de mercado, a Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé) está desde o ano passado investindo nas vendas on-line. “O consumidor procura hoje novos caminhos para adquirir o produto. O Brasil é um país extenso, difícil de atingir a totalidade, e a internet encurtou esse caminho”, explica Mário Panhotta, gerente comercial da Cooxupé.

Seja o primeiro a comentar