Edição
Edição
Sulminas146

Minas

Segunda igreja mais antiga de Minas será restaurada

Com investimento de R$ 2 milhões, a partir de março de 2016, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário será restaurada.

Artigo por Hoje em Dia
foto: Dione Afonso
Igreja de Nossa Senhora do Rosáriorecebe R$ 2 milhões para ser restaurada
Igreja de Nossa Senhora do Rosáriorecebe R$ 2 milhões para ser restaurada

A Igreja de Nossa Senhora do Rosário, considerada a segunda mais antiga de Minas, vem há anos sofrendo com a deterioração e, por causa dos danos, está há 10 anos fechada para o público.

Contudo, a capela, que fica no distrito de Brejo do Amparo, em Januária, Norte de Minas, em breve deve reabrir as portas. Isso porque o Governo de Minas anunciou que irá investir R$ 2 milhões para restaurar o patrimônio.

O Estado garantiu que as obras irão começar até março de 2016. “Este ano começamos a fazer coisas que estavam sendo reivindicadas há mais de 10 anos e que estavam paradas. Um exemplo é a igreja. Nós licitamos a obra, abrimos a licitação e a obra vai começar”, destacou Fernando Pimentel.

Serão recuperados o telhado, a estrutura de madeira, janelas e portas. O forro com elementos artísticos localizado na nave também vão ser restaurado, além dos túmulos em seu interior.

História

A igreja foi construída em 1688 por escravos que residiam às margens do rio São Francisco. Além disso, os jesuítas sofreram para construir a igreja, pois a área selecionada inicialmente, onde está o distrito de Pedras de Maria da Cruz, teve resistência dos indígenas, que os fizeram correr. A igreja segue o estilo arquitetônico dos jesuítas, inclusive com átrio grande, que servia de defesa para qualquer ataque.

Siga o Sulminas146 no Facebook e no Twitter

Seja o primeiro a comentar