Edição
Edição
Sulminas146

Destaque no Sulminas146

Três Marias deve parar de gerar energia

Os efeitos da estiagem podem afetar o funcionamento da usina já no fim do mês, alerta o Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco.

Do MetroBH

A falta de chuvas compromete não só o abastecimento de água, mas a produção de energia elétrica. Com 4,3% de volume de água em sua barragem, a usina de Três Marias, no leito do rio São Francisco, corre o risco de parar de produzir energia no fim deste mês. O alerta é do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco, mencionado em documento entregue às autoridades estaduais e federais.

Das sete turbinas da hidrelétrica, só duas estão hoje em funcionamento. Por causa da baixa quantidade de água no São Francisco, o volume que entra hoje na barragem é de apenas 32 m3/segundo, enquanto o volume que sai nas turbinas chega a 160 m3/segundo.

Represa de Três Marias está com o fundo à vista (foto: Jornal O Tempo)

Represa de Três Marias está com o fundo à vista (foto: Jornal O Tempo)

A ANA (Agência Nacional de Águas) determinou a redução da vazão defluente – o volume que sai do reservatório – para 140m3/segundo, a fim de manter um volume útil mínimo no reservatório.

O volume da barragem de Três Marias vem diminuindo ao longo dos meses. A situação piorou nesta temporada de estiagem – que chegou a secar a nascente do rio São Francisco, no Parque Nacional da Serra do Canastra, em São Roque de Minas.

Três Marias é o reservatório de cabeceira do rio São Francisco e o segundo maior da bacia, depois de Sobradinho (BA).

Acompanhe Sulminas146 no Twitter e no Facebook.

Seja o primeiro a comentar