Edição
Edição
Sulminas146

Brazópolis

Único laboratório de astrofísica do país fica no Sul de Minas

Laboratório fica em uma área de 350 hectares com preservação de mata, a 1864 metros de altitude e 900 metros acima o nível médio da região

Por Petterson Rodrigues
Do Sul de Minas

Fica no Sul de Minas, mais precisamente entre as cidades de Brazópolis e Piranguçu, o único laboratório de astrofísica do Brasil. É lá, cravado no Pico dos Dias, que está situado, por exemplo, o maior telescópio do país, que tem 1,60 metro de diâmetro e é a principal atração do Observatório do Pico dos Dias (OPD).

Apenas uma vez por ano o laboratório é aberto a visitantes. Neste ano, foi no último sábado (4). Os visitantes puderam ter acesso a outros três telescópios, dois com objetivas de 60 centímetros de diâmetro e um com 40 centímetros.

O Pico dos Dias fica a 1864 metros de altitude e 900 metros acima o nível médio da região, cuja localização contribui para estudos e observações de planetas e outros corpos celestes. A instalação do observatório no Sul de Minas aconteceu em 1980 e foi o primeiro passo dado pelo governo brasileiro para o início destes estudos.

Vista do local encanta os visitantes (foto: Flávia Simões)

Vista do local encanta os visitantes (foto: Flávia Simões)

O avanço do projeto possibilitou na criação do Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA), que está sediado na cidade de Itajubá, também no Sul de Minas, a 37km do Observatório. O LNA, uma unidade do Ministério da Ciência e Tecnologia, desenvolve fibras ópticas e lentes para fins de pesquisa, além de participar de projetos internacionais na área de astrofísica.

Para proteção do Observatório, foi organizada uma área de 350 hectares com preservação de uma mata secundária tropical de altitude. Visitas ao OPD são realizadas aos sábados, domingos e feriados nacionais (a partir das 14:00h), com saída da cidade de Brazópolis.

Maiores informações sobre as visitas: telefone 35 3641-1690, falar com João Donizeth Goulart, ou por email no [email protected].

Acompanhe Sulminas146 no Facebook e no Twitter.

Seja o primeiro a comentar