Edição
Edição
Sulminas146

Destaque no Sulminas146

Virgínia deve colher grande safra de pêssegos e ameixas

Cidade do Sul de Minas é uma maiores produtoras de pêssego do Brasil

Do Jornal da Serra
Por José Afonso

Virgínia colhe safra de ameixa e pêssego (foto: divulgação)

Virgínia colhe safra de ameixa e pêssego (foto: divulgação)

Mais uma vez o município de Virgínia, no Sul de Minas, se prepara para a grande safra de frutas. Pêssegos e ameixas são as frutas do momento. Existe uma previsão de mais de mil toneladas de ameixas e seiscentas toneladas de pêssegos para serem comercializadas no Vale do Paraíba, São Paulo e Rio de Janeiro, de acordo com informações de Aurélio Pinto Guimarães, coordenador do siat de Virgínia. São os principais produtores Jose Carlos Pinto Neto (baixinho), Hélio e Leandro Caiota, Helio Pinto e Euclides Firmino de Marins (Baiano).

Tudo teve inicio com os primeiros pés na propriedade de Antonio Clementino, no bairro “Assobio”. O pioneiro em nossa região foi Nilton Manoel de Marins que fez enxertos em três pés de pêssego e com o resultado positivo resolveu cultivar essa nova fruta. Hoje Virgínia é um dos maiores produtores do Brasil.

O jovem produtor rural Júlio César de Marins, do bairro Serra Verde, explicou sobre o plantio e cultivo dessas frutas. Segundo ele, primeiro planta o pêssego e depois de um ano faz-se o enxerto. Para produzir levam-se mais dois anos.

Na região, há variedades de tipos das duas frutas. Das ameixas, há a fortuna, rubi mel, fla, melhorada, santa rosa, irati e frutiê. Já dos pêssegos podem ser encontrados o douradão, marli, coral, diamante, premier, pingo de mel e cheripá. Nas compotas de pêssego, por exemplo, são utilizados o douradão e diamante.

Todas essas diferentes ameixas e pêssegos são enxertadas. Existe também o pêssego comum que é a fruta pura, as que não são curadas e não tratadas.

Conheças as frutas

Aqui no Brasil as ameixas é uma das frutas mais conhecidas e apreciadas, com período de safra entre novembro e fevereiro. Hoje é muito pesquisada devido às substâncias como os fenóis, que tem poder antioxidante, combatem os radicais livres e protegem a saúde, evitando diversas doenças, pois retardam o envelhecimento precoce das células causado pelos radicais livres.

Na Áustria foi feita uma pesquisa e aconselha-se a comê-la bem madura. Como tem grande quantidade de fósforo, a ameixa é indicada em casos de fraqueza e debilidade cerebral. É excelente para a visão, unhas e ossos devido a vitamina A. Possui ainda vitaminas do complexo B. A grande quantidade de fibras existentes, faz com que seja um laxativo natural.

Já o pêssego é de origem chinesa, sendo seu nome cientifico Prunus Persica. É uma fruta com sabor doce e aroma delicado. A casca do pêssego é fina, aveludada e de cor alaranjada. Sua pou¬pa é amarelada. Muito usado para fazer doces, bolos, geleias, compotas e sucos. Rico em vitamina C e pró-vitamina A. A fruta apresenta boas quantidades de oligoelementos, tais como: potássio, ferro, fósforo, magnésio, zinco e cálcio. É uma fruta muito suculenta pois, quase no¬venta por cento de seu peso é composto por água. Além das vitaminas C e A, o pêssego também apresenta vitaminas do complexo B (b1,b2,b3,b5,b6,b9 e b12) além das vitaminas K e E.

Além de saborosas, essas frutas têm o poder de seduzir quem as consome. Aproveitem a oportunidade e venham conhecer Virginia e desfrutem desse prazer de comer uma fruta no pé.

Acompanhe Sulminas146 no Twitter e no Facebook.

Seja o primeiro a comentar