Edição
Edição
Sulminas146

Destaque no Sulminas146

Viveiro Florestal atende exigências para restaurar e conservar a Mata Atlântica

Para atingir sua missão de conservar e restaurar a Mata Atlântica das bacias dos rios do Peixe e Camanducaia, a Associação Ambientalista Copaíba produz mudas de árvores nativas regionais e efetuou sua inscrição no Registro Nacional de Sementes e Mudas (Renasem).

Com o registro, a produção de mudas de árvores de espécies nativas do Viveiro Florestal Copaíba, a partir de agora, atende as exigências do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). É por meio do Mapa que é feito o controle e inspeção da produção de mudas, não só as nativas, mas toda produção agrícola e de cultivares com finalidade comercial.

O Viveiro Florestal Copaíba, sediado em Socorro-SP, atende tanto os projetos de restauração florestal da região do sul de Minas e leste de São Paulo, da própria instituição, como também a terceiros que compram as mudas de árvores nativas para contemplar suas necessidades sejam por exigência do poder público, por alguma infração ambiental ou mesmo por iniciativas voluntárias.

Viveiro Florestal atender exigências de Ministério da Agricultura (foto: Divulgação)

Viveiro Florestal atender exigências de Ministério da Agricultura (foto: Divulgação)

Todas as mudas do Viveiro são produzidas a partir de sementes de árvores nativas, que são coletadas em toda a região. A coleta das sementes contempla os objetivos do próprio Viveiro, que preza pela qualidade das mudas e também pela conservação da biodiversidade regional.

“A produção das mudas no viveiro garante mudas de qualidade e adaptadas para a nossa região, atendendo as necessidades de cada uma das áreas de plantio”, explicou Vanessa Manias, coordenadora do Viveiro Florestal Copaíba.

O Viveiro Florestal Copaíba produzirá, este ano, aproximadamente 400 mil mudas de árvores nativas da Mata Atlântica. “Há muitas áreas ainda a serem recuperadas. Precisamos ampliar a restauração florestal e para isso são necessárias mais mudas”, comentou Flávia Balderi, secretária executiva da Copaíba.

O Renasem foi instituído pela Lei Federal 10.711 de 05 de Agosto de 2003. Todos os viveiros de produção de sementes e mudas devem ter seu cadastro vinculado a esse registro.

Seja o primeiro a comentar